quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Um convite ao pensamento.


Se pararmos um minuto e olharmos para a natureza, poderemos observar, por exemplo, que a maturação de um fruto pode variar de 140 a 180 dias e, em regiões mais frias, pode levar até 210 dias entre o florescimento e a colheita dos frutos.
Então se olharmos um pouquinho mais adiante, veremos um ser também da natureza, chamado homem.
Então agora tentemos calcular quanto tempo não leva para esse ser chamado homem atingir a verdadeira maturidade.
Acha que conseguimos?
Certamente não chegaríamos a um resultado concreto. Dado o fato de que isso também depende muito da individualidade de cada ser.
Então sejamos menos hipócritas e mais objetivos. Vai minha proposta.
Que tal prestarmos um pouquinho mais de atenção na nossa própria maturação?
É fácil? Ah!! eu acho que não, mas também não acho ser impossível, afinal somos fonte de poder, porem nunca averiguamos para encontrar-nos com essa realidade, e executarmos a lei da natureza. Mas certamente observamos com destreza e precisão de todo o processo de maturação do outro para nos julgarmos melhor dentro da nossa própria verdade imatura.
(TCristina)

1 comentários:

Alemão disse...

Muito bom!!!